Sistemas de defesa aérea derrubaram uma aeronave MiG-29 da Força Aérea Ucraniana

Sistemas de defesa aérea derrubaram uma aeronave MiG-29 da Força Aérea ucraniana, informou o Ministério da Defesa russo em 10 de junho.


Izvestia

Além disso, o posto de comando da brigada de aviação tática das Forças Armadas da Ucrânia (AFU), um depósito de artilharia de campanha, bem como pontos de destacamento temporário de mercenários estrangeiros, acumulações de mão de obra inimiga e equipamentos militares em 147 distritos foram atingidos.

MiG-29 | Foto: commons.wikimedia.org/Tech. Sargento Charles Vaughn

Também foram interceptados um míssil antinavio Netuno, dois mísseis antirradar HARM de fabricação americana, quatro bombas aéreas guiadas: Hammer made in France e JDAM made in America, sete foguetes HIMARS e Uragan, além de 51 drones.

Mais cedo, em 4 de junho, os militares russos derrubaram um Su-25 ucraniano na direção de Zaporozhye. Em geral, as Forças Armadas da Federação Russa atingiram os acúmulos de mão-de-obra inimiga e equipamento militar em 112 distritos.

Antes disso, em 2 de junho, os sistemas de defesa aérea russos derrubaram duas aeronaves MiG-29 da Força Aérea ucraniana. Ao mesmo tempo, 50 drones, 23 foguetes do sistema de foguetes de lançamento múltiplo HIMARS, dois mísseis táticos-operacionais Tochka-U, três bombas guiadas francesas Hammer e um míssil antinavio Netuno foram destruídos.

A operação especial para proteger o Donbass, cujo início foi anunciado pelo presidente russo, Vladimir Putin, em 24 de fevereiro de 2022, continua. A decisão foi tomada tendo como pano de fundo o agravamento da situação na região.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem